WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
Atendimento Whatsapp

ACNE

A acne é uma doença de predisposição genética cujas manifestações dependem da presença dos hormônios sexuais. Devido a isso, as lesões começam a surgir na puberdade, época em que estes hormônios começam a ser produzidos pelo organismo, atingindo a maioria dos jovens de ambos os sexos.

A doença não atinge apenas adolescentes, podendo persistir na idade adulta e, até mesmo, surgir nesta fase, quadro mais frequente em mulheres.

As manifestações da doença (cravos e espinhas) ocorrem devido ao aumento da secreção sebácea associada ao estreitamento e obstrução da abertura do folículo pilosebáceo, dando origem aos comedões abertos (cravos pretos) e fechados (cravos brancos). Estas condições favorecem a proliferação de micro-organismos que provocam a inflamação característica das espinhas, sendo o Propionibacterium acnes o agente infeccioso mais comumente envolvido.

Manifestações Clínicas

A doença manifesta-se principalmente na face e no tronco, áreas do corpo ricas em glândulas sebáceas. Os sintomas variam de pessoa para pessoa, sendo, na maioria das vezes de pequena e média intensidade.

Em alguns casos, o quadro pode tornar-se muito intenso, como a acne conglobata (lesões císticas grandes, inflamatórias, que se intercomunicam por sob a pele) e a acne queloideana (deixa cicatrizes queloideanas após o desaparecimento da inflamação).

O quadro clínico pode ser dividido em quatro estágios:

  • Acne Grau I: apenas cravos, sem lesões inflamatórias (espinhas).

  • Acne Grau II: cravos e “espinhas” pequenas, como pequenas lesões inflamadas e pontos amarelos de pus (pústulas).

  • Acne Grau III: cravos, “espinhas” pequenas e lesões maiores, mais profundas, dolorosas, avermelhadas e bem inflamadas (cistos).

  • Acne Grau IV: cravos, “espinhas” pequenas e grandes lesões císticas, comunicantes (acne conglobata), com muita inflamação e aspecto desfigurante.

Como é o tratamento

Sendo doença de duração prolongada e algumas vezes desfigurante, a acne deve ser tratada desde o começo, de modo a evitar as suas sequelas, que podem ser cicatrizes na pele ou distúrbios emocionais, devido à importante alteração na autoestima de jovens acometidos pela acne.

O tratamento pode ser feito com visando à desobstrução dos folículos e o controle da proliferação bacteriana e da oleosidade. Podem ser usados também medicamentos via oral, dependendo da intensidade do quadro, geralmente antibióticos para controlar a infecção ou, no caso de pacientes do sexo feminino, terapia hormonal com medicações antiandrogênicas.

A limpeza de pele, que é realizada por fisioterapeuta dermatofuncional devidamente capacitada, tem ação importante para o esvaziamento de lesões não inflamatórias (cravos), evitando a sua transformação em espinhas.

Em casos de acne muito grave (como a acne conglobata), ou resistente aos tratamentos convencionais, pode ser utilizada a isotretinoína (Roacutan), medicação que pode curar definitivamente a acne em cerca de seis a oito meses na grande maioria dos casos.

Apesar de não ter participação na causa da doença, a dieta pode ter influência no curso da acne em algumas pessoas. Alimentos como chocolate, gorduras animais, amendoim e o leite e seus derivados devem ser evitados pelos pacientes que apresentem acne e percebam agravação dos sintomas após a ingestão dos mesmos.

O lado emocional dos pacientes não deve ser menosprezado. A desfiguração causada pela acne mexe com a autoestima do adolescente, que passa a evitar o contato social com vergonha de suas lesões e das brincadeiras dos colegas. Quando necessário, deve ser fornecido suporte psicológico.

A PhsiCare Estética desenvolveu um tratamento não invasivo e menos agressivo para peles acneicas e revitalizador para peles jovens e maduras. O tratamento efetivo da acne, para graus de I a III, procura envolver todas as causas e conseqüências da mesma.

  • Peeling com ácido salicílico a 30% que tem ação queratólitica e anticomedogênica visando afinar a pele e diminuir a produção de sebo. Clareia também as manchas causas pela acne.

  • Luz Intensa Pulsada (BIOFLASH IPL) pois tem ação bactericida controlando a flora bacteriana da pele e diminuindo a inflamação da acne ativa.

  • O Peeling de ácido retinóico 5% trata as manchas causadas pela acne, assim como visa uniformizar e revitalizar a pele. Para as sequelas da acne o

  • Microagulhamento para as cicatrizes

Perguntas Frequentes

01 – A acne aparece só em adolescentes?

A doença não atinge apenas adolescentes, podendo persistir na idade adulta e, até mesmo, surgir nesta fase, quadro mais frequente em mulheres.

02 – Como saber se tenho acne?

A doença manifesta-se principalmente na face e no tronco, áreas do corpo ricas em glândulas sebáceas. Os sintomas variam de pessoa para pessoa, sendo, na maioria das vezes de pequena e média intensidade. As manifestações ocorrem devido ao aumento da secreção sebácea associada ao estreitamento e obstrução da abertura do folículo pilosebáceo, dando origem aos comedões abertos (cravos pretos) e fechados (cravos brancos).

03 – Qual o tratamento para a acne da PhysiCare?

A PhsiCare Estética desenvolveu um tratamento não invasivo e menos agressivo para peles acneicas e revitalizador para peles jovens e maduras. O tratamento efetivo da acne, para graus de I a III, procura envolver todas as causas e conseqüências da mesma. No tratamento utilizasse o Peeling com ácido salicílico a 30% que tem ação queratólitica e anticomedogênica visando afinar a pele e diminuir a produção de sebo. Clareia também as manchas causas pela acne. Utilizasse a Luz Intensa Pulsada (BIOFLASH IPL) pois tem ação bactericida controlando a flora bacteriana da pele e diminuindo a inflamação da acne ativa. O Peeling de ácido retinóico 5% trata as manchas causadas pela acne, assim como visa uniformizar e revitalizar a pele.

04 – A maquiagem, utilizada para disfarçar a acne, pode ser prejudicial?

Não. Se for de boa qualidade é muito bem-vinda, já que melhora a aparência, com repercussão emocional positiva e, mais importante, evita que a mulher manipule as lesões, prevenindo as cicatrizes.

05 – A acne atinge mais as mulheres ou os homens?

As mulheres, geralmente por alterações hormonais, stress e manipulação das lesões, tendem a agravar ou manter o quadro.

06 – Posso espremer as espinhas?

Não aperte, nem esprema as lesões da acne, já que você poderá causar um dano ainda maior à pele, podendo provocar cicatrizes permanentes.

07 – Qual a diferença entre acne e espinha?

Acne é o nome da doença, espinha é uma das lesões que podem fazer parte do quadro clínico da acne – aquela lesão representada por uma pequena elevação avermelhada e com ponto amarelado (pus) no centro.

CELULITE

Acomete 90% de mulheres com mais de 35 anos.

“ É uma alteração multifatorial e originária da própria condição hormonal feminina.”

O Fibro Edema Gelóide (FEG) ou mais comumente chamada de forma errônea de Celulite, é uma infiltração edematosa do tecido conjuntivo subcutâneo, não inflamatório, seguida de polimerização da substância fundamental, com uma reação fibrótica consecutiva . A FEG não é gordura, sendo que a celulite afeta 90% das mulheres adultas, sendo magras ou não. Já a obesidade afeta 30% das mulheres adultas.

As causas mais freqüentes de celulite são a predisposição hereditária (hormônios femininos, alteração circulatória local, diminuição da drenagem linfática normal, diminuição da circulação sanguínea) e acontece durante o período de mudança hormonal como na puberdade, menopausa, no início do uso de pílula e na síndrome-pré-menstrual.

A celulite possui algumas características importantes a serem relacionadas. Há um AUMENTO da espessura e consistência do tecido subcutâneo e da sensibilidade dolorosa causando uma DIMINUIÇÃO da mobilidade do tecido por meio de aderência superficial e profunda, e da temperatura local ocasionando a presença de depressões, ondulações e nódulos cutâneos.

Para o tratamento da CELULITE a PhysiCare Estética usa como recursos terapêuticos a Hidro-Carbo-Lipoclasia Cavitacional Não Aspirativa, o Ultrassom de Alta Potencia (HECCUS), a Carboxiterapia (ARES), a Radiofrequencia (HOOKE), a Drenagem Linfática e a Endermologia (DERMOTONUS).

O protocolo de tratamento mais adequado varia de acordo com o tipo e grau da celulite, mas recomendasse um protocolo inicial de 10 sessões 2x por semana. Uma dieta balanceado para controle do peso associado com atividade física faz parte de qualquer protocolo para tratamento de qualquer disfunção estética.

Perguntas Frequentes

01 – O que é a celulite?

A celulite é um problema estético provocado por diversas causas que atuam em conjunto.

Como prevenir a Celulite

  • Atividade física (natação, caminhada, bicicleta, por 40 minutos 3 a 4 vezes por semana);

  • Alimentação equilibrada (rica em fibras, pobre em doces, massas e gorduras e beber no mínimo 2 litros de água por dia);

  • Com essas informações fica claro que quanto mais cedo iniciar um tratamento estético melhor é o resultado do tratamento da celulite.

02 – Quais os estágios de evolução da Celulite

  • Primeiro grau: Quando aperta ou belisca aparecem “furos”;

  • Segundo grau: Quando alguma região do corpo está mais fria, como coxa ou bumbum. Há irregularidades na pele (nódulos) quando pressionada;

  • Terceiro grau: Quando os “furos” da celulite são visíveis, mesmo sem beliscar;

  • Quarto grau: Além dos furos visíveis há depressões na pele e dor na área comprometida.

03 – Quais os tratamentos indicados para a Celulite

Celulite grau 1, 2 e 3

  • Avaliação nutricional: Para corrigir erros alimentares e se necessário dieta hipocalórica para Emagrecimento.

  • Cremes anticelulite: Atuam na melhora do ressecamento da pele e favorecem a massagem manual.

  • Carboxiterapia: Promove melhora das trocas metabólicas nos tecidos e quebra de aderencias, fibrose e quebra de grodura

  • Radriofrequencia: Tem por objetivo principal reorganizar as estruturas dos nossos tecidos, devolvendo sua funcionalidade e favorecendo o metabolismo normal. Trata-se de uma terapia indicada para o tratamento de tecidos, principalmente fibroses e aderências que dá a celulite.

  • Mesoterapia: Aplicação de enzimas nas áreas de celulite. Leva o medicamento diretamente ao nódulo e melhora o meio prejudicado. São necessárias no mínimo 10 sessões. Pode ou não ser associado ao Manthus.

  • Drenagem Linfática: Massagem leve e relaxante, feita manualmente, que drena os resíduos tóxicos do corpo e elimina o excesso de líquido. É muito eficaz nos primeiros estágios da celulite. Os resultados são ainda melhores se associados a outros procedimentos.

  • Endermologia: Massagem feita através de aparelho, realizando drenagem linfática mais profunda.

  • Heccus: Ultrassom potente com 3 cabeçotes que promove lipólise (quebra da gordura), ou seja, redução de medidas e da celulite já nas primeiras sessões.

  • Estimulação Russa: Estimula a contração do músculo, melhorando a flacidez. É um excelente tratamento coadjuvante da celulite.

Celulite grau 4

  • Em casos avançados pode-se realizar Lipoaspiração e Subincisão.

04 – Por que as mulheres têm mais celulite do que os homens?

No tecido gorduroso existem também as fibras, que separam os grupos de lipócitos (aqueles que compõe o tecido adiposo). É por causa das características dessas fibras que as mulheres desenvolvem mais celulite que os homens. Nas mulheres as fibras são finas e perpendiculares à pele, ligando a pele ao tecido muscular mais profundo. Já nos homens as fibras são mais grossas e se ligam à musculatura de forma oblíqua.

05 – É verdade que a celulite tem estágios?

Sim. A celulite tem quatro estágios de evolução que são caracterizados pelo inchaço, tamanho dos nódulos, comprometimento da circulação e dor. São eles:

Primeiro grau – Quando aperta ou belisca aparecem “furos”;

Segundo grau – Quando alguma região do corpo está mais fria, como coxa ou bumbum. Há irregularidades na pele (nódulos) quando pressionada;

Terceiro grau – Quando os “furos” da celulite são visíveis, mesmo sem beliscar;

Quarto grau – Além dos furos visíveis há depressões na pele e dor na área comprometida.

06 – A celulite aparece com mais frequência em quais locais do corpo?

A celulite aparece principalmente na região dos glúteos, coxa, abdômen e braços.

07 – Quais são os fatores que fazem a celulite aparecer?

  • Má Circulação sanguínea;

  • Sedentarismo e fumo;

  • Prisão de ventre – aumenta o volume intestinal, dificultando o retorno do sangue;

  • Obesidade;

  • Disfunção Hormonal;

  • Pílula anticoncepcional;

  • Herança genética;

  • Alimentação errada – Dieta rica em gorduras e carboidratos (massas, doces, pães) não causam diretamente a celulite, mas aumentam o peso e acúmulo de gordura localizada.

08 – É verdade que roupa apertada causa celulite?

Roupas apertadas não provocam a celulite, mas comprimem os vasos (normalmente nas coxas e glúteos), que prejudicam a circulação na região podendo piorar o quadro já existente.

09 – Refrigerante e água com gás causam celulite?

Não. O que causa a celulite é o aumento das células gordurosas. O refrigerante com açúcar pode levar o aumento destas células e consequentemente o aparecimento da celulite. O que realmente leva a celulite não é o refrigerante, e sim o açúcar dele.

10 – Uma alimentação saudável ajuda na prevenção da celulite?

Uma alimentação saudável, balanceada e pobre em gorduras pode levar a uma redução de peso, diminuindo as células adiposas e consequentemente a celulite.

11 – A corrida diminui a celulite?

Sim. As atividades físicas aumentam a circulação que melhoram o quadro da celulite.

12 – Quais hábitos tenho que manter para prevenir a celulite?

  • Atividade física (natação, caminhada, bicicleta, por 40 minutos 3 a 4 vezes por semana);

  • Alimentação equilibrada (rica em fibras, pobre em doces, massas e gorduras e beber no mínimo 2 litros de água por dia);

  • Com essas informações fica claro que quanto mais cedo iniciar um tratamento estético melhor é o resultado do tratamento da celulite.

13 – Com o tratamento eu me livro permanentemente da celulite?

Ao submeter-se ao tratamento anticelulite e obter resultados satisfatórios não acredite que você está se livrando definitivamente do problema. Os procedimentos melhoram o local em que se encontram as células de gordura, mas não curam definitivamente. Por isso é importante para quem tem celulite fazer manutenção com drenagem linfática ou endermologia além de manter hábitos saudáveis, praticar exercícios físicos e ter uma dieta balanceada.

14 – Mulheres magras podem ter celulite?

Sim. Muitas mulheres que tem o peso normal, ou mesmo abaixo do normal, podem apresentar uma alteração no equilíbrio entre a quantidade de gordura do corpo e a massa muscular. Então, uma mulher magra pode ter uma proporção maior de gordura e menor de musculatura, formando a celulite.

15 – A gravidez piora a celulite?

Sim, a gravidez altera os hormônios femininos. Esses hormônios, embora com ação normal, aumentam o depósito de gordura em determinadas regiões, alteram a circulação nas veias e microveias, e retém água no corpo, que são alterações que tem papel importante no aparecimento da celulite.

16 – Celulite causa dor?

Alguns pacientes com celulite avançada se queixam de dor, que é sempre leve. O verdadeiro incômodo é na autoestima. Se houver uma dor muito forte que incomoda, provavelmente a causa é outra.

17 – A celulite tem cura?

Celulite não tem cura, mas é possível melhorar muito a sua aparência através de tratamentos e, também, prevenir o aparecimento de novas.

CICATRIZES DE ACNE

O que é Cicatriz de Acne?

A acne é uma doença que atinge principalmente adolescentes, mas que também afeta adultos, principalmente mulheres entre 20 e 40 anos. Algumas pessoas desenvolvem formas mais graves de acne, que podem deixar sequelas cicatriciais, como manchas e alterações da superfície da pele, principalmente cicatrizes deprimidas.

Vários tratamentos podem ser utilizados para a correção destas cicatrizes e a indicação de cada um deles depende de cada caso. Em uma mesma pessoa, pode ser necessária a utilização de mais de um método, para se obter um melhor resultado.

Nestes casos, o tratamento pode ser demorado, pois um procedimento pode não ser compatível com o outro. Paciência e controle da ansiedade em resolver tudo de uma vez são recomendados.

Peelings Químicos

Bons resultados podem ser obtidos com peelings superficiais repetidos e realizados a pequenos intervalos, principalmente para o tratamento de manchas causadas pela acne. Além de clarear as manchas, os peelings melhoram a textura da pele, que fica mais uniforme e melhora o seu aspecto como um todo. Se as cicatrizes forem mais profundas, os peelings médio e profundo podem ser utilizados.

Peeling de Diamante associado a ácidos

O Peeling de Diamante associado a ácidos consiste no lixamento da pele e está indicado nos casos em que há presença de cicatrizes deprimidas e profundas, principalmente aquelas com bordas bem delimitadas. Essa combinação tem tido excelentes resultados.

Derma Roller

O Derma Roller é um produto especialmente desenvolvido para o tratamento de problemas na pele. Ele é composto por microagulhas em aço cirúrgico de alta resistência dispostas em um cilindro. O comprimento das microagulhas varia de 0,25mm a 2,5mm. A microagulha é a principal ferramenta no procedimento. O resultado vem sendo muito satisfatório na cicatriz da acne. As microagulhas penetram na pele centenas de vezes, fazendo com que as células reajam a este estímulo, liberando fatores de crescimento e melhorando a estrutura da pele através da indução da neocolagênese e neoangiogênese. Assim o microagulhamento promove o rejuvenescimento da pele, a neoangiogênese melhora a circulação sanguínea, aumentando o suporte nutricional e de oxigênio, o que acelera a eliminação de metabólitos e resíduos tóxicos. A indução da produção de colágeno e elastina proporcionada pelo microagulhamento é observada após a primeira sessão de tratamento com Dr. Roller. O paciente percebe significativa melhora das rugas, cicatrizes, melanoses e problemas de pigmentação, tendo sua pele com aspecto notadamente rejuvenescido.

Preenchimento Cutâneo

O Preenchimento cutâneo pela técnica de microgotas é uma boa indicação para as cicatrizes deprimidas que desaparecem quando a pele é esticada. São injetadas substâncias debaixo da cicatriz, levantando-a. Os preenchedores podem ser temporários, como o ácido hialurônico (que pode durar cerca de 1 ano), ou definitivos, como o dimetilsiloxane. O procedimento é bem tolerado e, pessoas mais sensíveis, podem utilizar um creme anestésico.

ENVELHECIMENTO CUTÂNEO PRECOCE

Em breve…

ESTRIAS

As estrias são lesões decorrentes da degeneração das fibras elásticas da pele que ocorrem em conseqüência de distensão exagerada ou devido alterações hormonais.

É uma atrofia tegumentar adquirida, pela ruptura das fibras elásticas da derme que oferecem tônus na epiderme, de aspecto linear que dispõe-se paralelamente às linhas da clivagem (fenda) da pele.

Aparece durante a puberdade em conseqüência do crescimento acelerado, também na obesidade e na gravidez. Atinge ambos os sexos, sendo mais freqüente no sexo feminino.

O ganho de peso excessivo, como o que pode ocorrer durante a gravidez e estirão da puberdade (adolescência), assim como desequilíbrios hormonais estão entre as principais causas das estrias.

O tratamento para estrias visa a renovação da pele e o aumento da produção de colágeno e elastina através da inflamação da estria.

Para o tratamento da ESTRIA a PhysiCare Estétic usa como recursos terapêuticos a Carboxiterapia (ARES), a Radiofrequencia (HOOKE), a o Pelling Químico, Microgalvanopuntura (STRIAT) e microagulhamento (DERMA ROLLER).

A hidratação da pele e evitar o efeito sanfona são as melhores maneiras de se evitar as estrias.

Perguntas Frequentes

01 – O que causa as estrias?

As causas das estrias são mecânicas (crescimento rápido, exercícios de carga ou competições e outros fatores que levam ao estiramento excessivo da pele), obesidade ou regimes sucessivos (gestação, “efeito sanfona”, etc.), endócrinos/hormonais (corticóides e outros).

02 – A estria aparece também nos homens?

Sim, mas a maioria (75%) dos casos é em mulheres.

03 – Com que aparência ficam as estrias?

Inicialmente as lesões são avermelhadas ou róseas evoluindo mais tarde para uma tonalidade esbranquiçada. Em pessoas de pele morena as estrias podem ser mais escuras que a pele sadia. A pele na área afetada tem consistência frouxa.

04 – Como posso evitar as estrias?

Recomenda-se a hidratação intensa da pele com cremes e loções hidratantes para tentar evitá-las, principalmente em pessoas com histórico familiar de estrias. Deve-se beber pelo menos 8 copos grandes de água por dia (2 litros) e evitar engordar demais e rapidamente, eliminando doces e gorduras da dieta e praticando exercícios físicos regularmente.

05 – Existe tratamento definitivo para estrias?

As estrias são lesões irreversíveis e, portanto, não existe um tratamento que faça a pele voltar ao que era antes. Os tratamentos visam melhorar o aspecto das lesões, estimulando a formação de tecido colágeno subjacente e tornando-as mais semelhantes à pele ao redor.

06 – Por que algumas pessoas tem estrias e outras não?

Porque, além dos motivos externos (crescimento, surgimento de curvas ou aumento do peso), também existe um importante fator genético. Em geral, depende do tipo de pele: as muito flácidas ou muito rígidas se rompem com mais facilidade.

07 – Qual é a diferença entre uma estria vermelha e uma branca?

A estria vermelha é mais recente e tem essa cor porque, na tentativa de recuperar a região, o local se enche de vasos sanguíneos e incha (pode reparar que elas são mais altinhas também). Depois, as células se acalmam e se compactam. É por isso que, aos poucos, os riscos ficam claros.

08 – Por que algumas estrias são verticais e outras horizontais?

É que as estrias aparecem no sentido perpendicular à distensão. Se a pele estica para os lados (no caso do quadril, por exemplo), as estrias surgem na vertical. Se a pele estica de baixo pra cima (no sentido do crescimento das coxas, por exemplo), elas aparecem na horizontal.

09 – Tomar banho de sol ajuda a disfarçar?

Não. O sol deixa as estrias brancas ainda mais evidentes. Isso porque elas têm menos melanócitos (as células responsáveis pela formação do pigmento) e, portanto, se bronzeiam menos do que o resto da sua pele.

10 – O que são Estrias

As estrias surgem da ruptura das fibras de colágeno e elastina, responsáveis pela elasticidade, que estão localizadas na derme (camada profunda da pele). As estrias ocorrem pela distensão exagerada da pele ou devido a alterações hormonais.

É comum o surgimento durante a puberdade em decorrência do crescimento acelerado nesta fase da vida, assim como também na obesidade e na gravidez. Atinge os dois sexos porém é mais frequente no sexo feminino.

As estrias são lesões lineares, geralmente paralelas, que podem variar de 1 a vários centímetros de extensão. Surgem principalmente nas coxas, nádegas, abdômen (gravidez) e dorso do tronco (homens).

Inicialmente as lesões são avermelhadas ou róseas evoluindo mais tarde para uma tonalidade esbranquiçada. Em pessoas de pele morena as estrias podem ser mais escuras que a pele sadia. A pele na área afetada tem consistência frouxa.

FLACIDEZ

Com o passar do tempo, as fibras colágenas e elásticas têm sua produção diminuída e começa a ocorrer um processo de desestruturação das mesmas. Vários fatores contribuem para acelerar este processo: fumo, sedentarismo, gravidez, distúrbios hormonais, obesidade, emagrecimento importante em curto espaço de tempo, entre outros que levam aos diversos graus de flacidez. Diante disso, quanto mais precocemente for iniciado o tratamento, melhor.

A Flacidez é um processo lento e progressivo que faz com que as fibras de sustentação da pele, o colágeno e a elastina, enfraqueçam com o passar do tempo, principalmente por causa do envelhecimento natural do organismo.

Além deste fator, a genética influencia consideravelmente no aparecimento da flacidez. Mas ainda não é só, outros fatores também contribuem para o desgaste das fibras como: a falta de atividade física (favorece a flacidez dos músculos), a exposição em excesso ao sol (destrói as fibras elásticas) e a alimentação inadequada (pobre em proteínas e rica em gorduras).

A flacidez corporal pode ser dividida em 2 tipos, a flacidez muscular e a flacidez da pele, que podem ocorrer isoladamente ou associadas.

A flacidez muscular (profunda) é causada principalmente pelo sedentarismo que provoca atrofia muscular, perda de massa magra, aumento do depósito de gordura, hipotrofia dos músculos posturais tônicos em áreas como bumbum, braços, abdomem (flancos), interno de coxa.

A flacidez da pele ou tissular (superficial) acomete principalmente as mulheres, em todo o corpo, devido a alguns fatores como hormônios, gestação, fotoenvelhecimento, efeito sanfona, quadril retrovertido, genética, idade, sol e vestuário que impede circulação sanguínea e linfática ocasionando em celulite flácida.

Para o tratamento da FLACIDEZ a PhysiCare Estética usa como recursos terapêuticos a Carboxiterapia (ARES), a Radiofrequencia (HOOKE), a Corrente Russa (NEURODYN 10 CANAIS).

Juntamente com o tratamento em cabine faz-se necessário a prática da Musculação que estimula o ganho de tônus muscular e ganho de massa magra assim como uma Dieta balanceada pois a ingestão correta de nutrientes, entre eles proteínas e vitaminas antioxidantes são primordiais no combate a flacidez e os exercícios aeróbios que ajudam a manter o peso e a emagrecer.

GORDURA LOCALIZADA

O excesso de peso não é apenas um incômodo do ponto de vista estético. É um fator de complicação da saúde, aumentando o risco de doenças cardíacas, hipertensão, infarto e diabetes e diminuindo a expectativa de vida.

Devido a uma predisposição genética e hormonal, as mulheres tem uma tendência a acumular gordura nas coxas, culotes, abdomem e braços. A gordura localizada e a flacidez muscular tem um papel de desarmonia corporal tanto para mulheres quanto homens.

Para o tratamento da GORDURA LOCALIZADA a PhysiCare Estética usa como recursos terapêuticos a Criolipólise (FUSIOMED), a Hidro-Carbo-Lipoclasia Cavitacional, a Lipocavitação Focada (SONOFOCUS), o Ultrassom de Alta Potencia (HECCUS), a Carboxiterapia (ARES), a Drenagem Linfática e a Endermologia (DERMOTONUS).

É de extrema importância no tratamento da gordura localizada uma reeducação alimentar que visa favorecer um equilíbrio enérgico na alimentação favorecendo a melhora metabólico auxiliando na perda de gordura corporal e a prática de atividade física, usada para aumentar a queima calórica auxiliando na perda de gordura corporal e melhorar a circulação linfática e sangüínea.

Perguntas Frequentes

01 – O que é gordura localizada?

O excesso de gordura corporal e a ação hormonal podem levar ao depósito de tecido gorduroso em determinadas partes do corpo. No homem o local preferencial é a barriga e os “pneuzinhos” e na mulher Ginóide é a região do quadril, onde aparece o famoso “culote”. Na mulher Andróide, é na barriga, como no homem. Já vimos que o excesso de gordura pode existir mesmo em pessoas sem excesso de peso, o que explica a presença de culote ou barriga mesmo em mulheres aparentemente magras. A correção da composição corporal pode melhorar a gordura localizada. Pequenas deposições podem desaparecer, mas, em muitos casos, essa gordura dificilmente é mobilizada, mesmo perdendo peso.

02 – Que locais do corpo a gordura localizada geralmente aparece?

Devido a uma predisposição genética e hormonal, as mulheres tem uma tendência a acumular gordura nas coxas, culotes, abdômen e braços. A gordura localizada e a flacidez muscular tem um papel de desarmonia corporal. No homem o local preferencial é a barriga.

03 – Quais os tratamentos para gordura localizada?

Uma avaliação inicial é necessária, onde é analisada a expectativa do indivíduo e suas necessidades. Só então são propostos os tratamentos e as técnicas a serem utilizadas como HECCUS, Carboxiterapia, Hidrolipoclasia, Mesoterapia, Endermologia, Drenagem Linfática. Em alguns casos pode ser necessário fazer lipoaspiração.

04 – A lipoaspiração acaba com o problema definitivamente?

Assim como qualquer tratamento para gordura localizada a cirurgia não elimina a necessidade de correção alimentar e exercícios físicos. O aumento de peso leva ao acúmulo novamente de gordura, mesmo em regiões previamente tratadas.

05 – Quais as dicas para não adquirir gordura localizada?

  • Cultivar melhores hábitos alimentares que reduzem a quantidade de gordura e calorias ingeridas;

  • Praticar exercícios irá fazer seu corpo começar a queimar a gordura localizada;

  • Faça um exercício aeróbico 3 a 4 vezes por semana. Com isso o seu metabolismo ficará mais acelerado e você queimará mais calorias;

  • Faça um exercício de resistência muscular umas duas vezes por semana. Desta forma você aumentará sua massa muscular e seu organismo passará a queimar mais calorias mesmo quando estiver descansando, assistindo televisão ou no trabalho;

  • Coma mais vezes por dia e diminua a quantidade de alimentos de cada refeição. Ao invés de só comer no café da manhã, almoço e janta, inclua mais umas 3 refeições no dia. Isso evitará que o seu metabolismo fique lento e que seu organismo use massa muscular como fonte de energia. Além disso, evite comer alimentos com alta concentração de gordura;

  • Faça exercícios abdominais 2 vezes por semana. Eles não queimam a gordura, mas tonificam os músculos que estão embaixo da gordura. Isto irá melhorar a aparência da sua cintura. Principalmente se você não tem o hábito de fazer abdominais, você possivelmente afinará um pouco sua barriga. Faça entre 2 a 5 séries que tenha 20 repetições;

  • Faça drenagem linfática regularmente e comece um dos procedimentos para redução de gordura localizada que os resultados logo irão aparecer.

06 – Quem tem gordura localizada pode ser considerado obeso?

Todo obeso tem gordura localizada, mas nem toda pessoa que possui gordura localizada é obesa. Uma coisa é você estar acima do peso necessitar de um emagrecimento geral. Após perder gordura em todo o corpo, ficam algumas partes onde se tem mais dificuldade em diminuir.

07 – Quais as principais causas da gordura localizada?

Alimentos com gorduras são os principais vilões. A gordura não utilizada em forma de energia será armazenada em certas regiões do corpo, como energia de reserva, originando a gordura localizada. O excesso de açúcar, também se transforma em energia de reserva e aumenta nossa quantidade de gordura. Característica genéticas também tem um papel importante na gordura localizada.

MANCHAS DE PELE

Mancha ou Discromia compreende um variado grupo de dermopatias de origem endógena ou exógena, caracterizado por modificações na cor da pele. Estas anomalias surgem, em termos gerais, por excesso de melanina ou pela diminuição ou ausência desta substância. A situação da pele de uma pessoa trazer alterações psicológicos, afetando suas interações sociais, seu status no trabalho, auto-imagem e apresentando reflexos mesmo na sua saúde e longevidade.

As manchas melânicas aparecem em determinadas situações, tais como exposição excessiva ao sol, gravidez, uso de cosméticos inadequados, contato com substâncias que sabidamente produzem manchas, anticoncepcionais, stress, etc.

Para o tratamento das MANCHAS a PhysiCare Estética usa como recursos terapêuticos Peelings Químicos (uso de ácidos), Peelings Físicos onde a esfoliação da pele é realizada com uma ponteira diamantada (PEELING DIAMANTADO). Também utilizasse a Luz Intensa Pulsada (BIOFLASH IPL) que é a fototerapia que ataca o acúmulo de pigmento na pele e MICROAGULHAMENTO associados a agentes despigmentantes.

Cada mancha requer uma conduta específica, pois a avaliação prévia é importante e é fundamental o uso de protetor solar a cada 3 horas.

OLHEIRAS

A olheira se caracteriza pelo escurecimento ao redor dos olhos, geralmente na pálpebra inferior, que pode estar associada a edema, formação de bolsas de gordura e flacidez abaixo da pálpebra inferior.

A causa está relacionada a própria estrutura óssea do globo ocular (olheiras constitucionais), associado ao acúmulo de melanina (olheiras melânicas) ou hemoglobina, bilirrubina, biliverdina e ferro (olheiras sanguíneas) retenção de líquidos (olheiras vasculares), gordura e flacidez cutânea.

Tendo isso em mente é possível enumerar várias situações que contribuem para desencadear o problema. Confira:

  • Falta de sono: acredita-se que por prejudicar a microcirculação da região dos olhos e ocasionar palidez, a falta de sono pode contribuir para o agravamento das olheiras.

  • Genética: infelizmente, se é um problema que já faz parte da família, as olheiras poderão ser amenizadas, mas não eliminadas por completo – além, claro, de sempre exigir que você tenha um cuidado para evitar os fatores que as acentuam. Trabalhar o psicológico para se aceitar melhor também é importante, já que, embora cause desconforto e até haja maneiras de amenizar, a pessoa terá que conviver com essa característica.

  • Falta de hidratação: o ressecamento e a fragilização da pele da região ao redor dos olhos contribui e muito para o agravamento das olheiras.

  • Exposição ao sol: a exposição solar sem óculos escuros de qualidade e produtos com fator de proteção nas pálpebras podem acentuar a pigmentação ao redor dos olhos.

  • Perda de colágeno (proteína que dá sustentação e elasticidade à pele): à medida que a idade vai avançando ou por fatores que prejudiquem a produção de colágeno (má alimentação, cigarro, etc), a deficiência do mesmo tende a deixar a pele ao redor dos olhos mais fina e frágil, o que acentua as olheiras.

  • Cigarro e álcool: por prejudicar a produção de colágeno e a circulação, dentre outros malefícios, o álcool e principalmente o cigarro contribuem para o problema.

  • Friccionar ou fazer movimentos bruscos na região dos olhos: por ser uma área extremamente fina e sensível, fazer movimentos agressivos na região, seja ao retirar a maquiagem, aplicar cremes ou simplesmente coçar, pode romper vasinhos e causar acúmulo de hemoglobina na região, ocasionando olheiras.

  • Alergias, anemia, problemas respiratórios, carência de vitaminas: geralmente por prejudicar a circulação, por provocar coceira nos olhos ou dilatar os vasos sanguíneos na área, alergias e problemas respiratórios podem contribuir para as olheiras. Dentre outras consequências, a palidez ocasionada pela anemia e carência de vitaminas (principalmente a vitamina K, vitamina C e as do complexo B) podem acentuar as olheiras.

  • TPM, alterações hormonais: alterações hormonais podem desequilibrar a produção de melanina, escurecendo a região dos olhos. Na TPM, além dessa questão, alterações na circulação, estresse e retenção de líquidos podem piorar o problema.

  • Medicamentos: dentre outras implicações, medicações que causem dilatação dos vasos sanguíneos podem fazer com que a área sob os olhos escureça.

Sabendo as principais causas das olheiras, agora fica mais fácil descobrir os modos de amenizá-las!

  • Mantenha o sono em dia

  • Hidrate diariamente a região dos olhos com cremes específicos: duas vezes ao dia você deve hidratar a região dos olhos, fazendo os movimentos indicados no vídeo abaixo (sempre com muito cuidado!):

  • Usar produtos com filtro solar na região dos olhos e/ou sempre usar óculos escuros de qualidade

  • Alimentação balanceada

  • Pratique atividade física e beba muita água

  • Elimine ou ao menos restrinja ao máximo o uso do álcool e principalmente do cigarro na sua vida: aqui já foi dado algumas dicas para parar de fumar.

  • Evite friccionar ou fazer movimentos bruscos na região dos olhos: principalmente na hora de retirar a maquiagem, evite o atrito e seja o mais gentil possível nos movimentos. Ter bastante cuidado ao coçar a região também é importante.

  • Controle da alergia: quem sofre de rinite, sinusite e toda a classe de ites do sistema respiratório sabe o quão complicado é lidar com o problema. A solução definitiva só é obtida com a ajuda de um médico, mas algumas medidas podem amenizar o problema. São elas: manter a casa sempre limpa e arejada, com as cortinas/persianas abertas para que o sol possa entrar (pois ajuda a combater microorganismos); manter os tapetes e cortinas regularmente aspirados/lavados (ou evitá-los); evitar cosméticos e produtos que tenham aroma intenso ou fragrâncias sintéticas (geralmente vem na composição como “parfum”,”perfume”, “fragrância”, “fragrance”); limpe a casa apenas com itens como álcool, vinagre, limão, bicarbonato de sódio e sabão, pois não agridem o olfato; troque regularmente as roupas de cama e deixe-as frequentemente no sol para evitar o acúmulo de ácaros e outros microorganismos.

  • Controle das alterações hormonais: a alimentação durante a TPM e grande ingestão de água faz total diferença para evitar a retenção de líquido, estresse. Para ajudar na circulação, nada melhor do que a prática diária de atividades físicas aeróbicas, tais como corrida, caminhada, dança, bicicleta, subir e descer escadas.

Para o tratamento das OLHEIRAS a PhysiCare Estética usa como recursos terapêuticos a RADIOFREQUENCIA associada a CARBOXITERAPIA onde a finalidade principal é a melhora da circulação sanguínea, diminuir a retenção de líquido, estimular colágeno e diminuir bolsas de gordura.

PAPADA

Em breve…

RUGAS E MARCAS DE EXPRESSÃO

Em breve…

SINDROME DA DESARMONIA CORPORAL

Em breve…

Estética Facial em Americana

Conheça nossos profissionais

Dr. Marcelo Moscardini
Fisioterapeuta Dermato Funcional - CREFITO-3 78220-F
Graduado pela UEL – Universidade Estadual de Londrina com pós graduação em Fisioterapia Dermato-Funcional pela Universidade Gama Filho, além de ter cursos de aperfeiçoamento profissional em diversas técnicas como CRIOLIPÒLISE e HIDRO-CARBO-LIPOCLASIA CAVITACIOAL.
Graduando em Biomedicina pela FAM - Americana
Atua na área de Estética a mais de 10 anos em Campinas e Americana.

Enf. Vanessa Moscardini
Enfermeira Esteta – COREN 455841
Graduada pela UNIP Campinas - 2015
Pós Graduanda em Estética Avançada pelo Instituto Nepuga