WeCreativez WhatsApp Support
Nossa equipe de suporte ao cliente está aqui para responder às suas perguntas. Pergunte-nos qualquer coisa!
Oi, como posso ajudar?

Atualmente, muito tem se falado sobre Eletroterapias e rejuvenescimento facial. Neste intuito, o Eletrocautério e Jato de Plasma Puro são as novidades da vez.

Entretanto, muitos profissionais vêm utilizando o Eletrocautério e chamando de Jato de Plasma Puro. Apesar da finalidade terapêutica ser a mesma, é importante salientar que há diferença entre as duas técnicas.

As técnicas de aplicações são parecidas e são utilizadas para quase os mesmos problemas (rugas, manchas, estrias, cicatrizes). Por outro lado, agem de maneiras distintas e nisto que você deve se preocupar na hora de realizar o procedimento.

JATO DE PLASMA PURO

Primeiramente, o equipamento é um gerador de plasma artificial, de corrente contínua, alta intensidade e com alta tensão. Necessita de um meio condutor para realizar o procedimento.

O plasma é um gás ionizado com íons e elétrons e ao ser aquecido e em contato com o oxigênio produz o plasma. Deste modo, esse emissor de ondas elétricas de corrente alternada ou contínua atinge somente o estrato córneo do tecido epidérmico, não causando danos às camadas inferiores, folículos pilosos e outras estruturas. Está é a grande diferença, vantagem e segurança do Jato de Plasma Puro – GERAR LESÃO CONTROLADA APENAS NA EPIDERME.

Com o Jato de Plasma Puro o risco de queimaduras de 1º e 2º grau na pele são mínimas, assim como os riscos de manchas. Por se um aparelho de alta intensidade com alta tensão ele é indicado para a realização de blefaroplastia não-invasiva (eliminação de flacidez nas pálpebras), flacidez de pescoço, eliminação de verrugas e tatuagens.
Por fim, proporciona aumento da produção de colágeno do tipo 1, quimiotaxia, liberação de fatores de crescimento e restabelecimento da bioeletricidade celular.

ELETROCAUTÉRIO

É um equipamento de corrente alternada de baixa tensão e alta intensidade, tudo para produzir uma lesão mediada controlada na superfície da pele, mas que pode proporcionar lesões em camadas inferiores da pele, folículos pilosos e outras estruturas. Dispara jatos de energia elétrica em um campo magnético seco, no caso, a pele, e não necessita de meios condutores.

Clinicamente, observa-se uma capacidade de destruição pontual maior na técnica de Eletrocautério, mas um maior controle do depósito energético com o Jato de Plasma Puro, o que proporciona uma diminuição drástica de problemas pós aplicação.
O Eletrocautério não pode ser aplicado demais no mesmo local, caso contrário causa cicatriz atrófica; se ficar muito tempo com ponteiras de contato total pode provocar queimadura de grau 1 chegando até 2. Linhas de expressão e estrias jamais devem ser fulguradas internamente, se não deixar o tecido mais retraído, enfim, são diversos detalhes que se não seguir corretamente acarretarão mais problemas do que já existiam na pele.

Um outro aspecto que você deve prestar atenção é no custo da aplicação. Valores muito baixo com pacotes de várias sessões indicão uso de eletrocautério por ser um equipamento muito mais barato do que o Jato de Plasma Puro. Muitas ponteiras de Eletrocautério chinesas são vendidas pela internet a preços muito baixos sem certificação da ANVISA e INMETRO, e isso pode acarretar problemas muito sérios para sua pele.

Sempre se certifique da procedência do equipamento, se realmente é JATO de PLASMA PURO e se o profissional está capacitado para aplicar a técnica.

Dr. Marcelo Moscardini
PhysiCare Estética